TV Onda Sul
Categoria
10/10/2017

Idosa de 84 anos é agredida a socos e facadas do neto em BH

A aposentada Petrina Dias, de 84 anos, foi espancada e esfaqueada pelo neto Diego Silva Dias, de 27, que queria dinheiro para comprar drogas. “Achei que ele fosse me matar. Eu vi minhas avós que já morreram há muitos anos, tudo pela greta”, lamentou a idosa, que levou dois golpes de faca na perna direita e socos na boca e nos braços.

O crime foi no início da madrugada desta terça-feira, na rua Pedro Antônio Silva, no bairro Imbiruçu, em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte.Petrina foi socorrida na Unidade de Pronto-atendimento (UPA) do bairro Jardim Teresópolis e recebeu alta nessa manhã. Ela levou 12 pontos na perna e apresentava hematomas na boca e nos braços.

Para a idosa, a tristeza de ser agredida por um neto viciado em drogas foi maior do que a dor que ela sentiu quando era espancada. “A gente fica triste. Pessoa ruim não reconhece nada, não. A palavra o que é bom e o que é ruim é uma coisa só. Ele machucou tudo”, lamentou a idosa.

Petrina contou que o neto levou cerca de R$ 50 que ela estava juntando para consertar os dentes seus estragados. “Nem dinheiro tenho dentro de casa. Sabe o que eu falei para ele: 'meu filho, eu tenho só um trocado. Só tenho essa mixaria', eu falei. Eu tirei um pouco da minha aposentadoria para consertar meus dentes que estão tudo estragado”, contou a idosa.

Depois de agredir a avó, Diego fugiu levando o dinheiro. A idosa perdeu muito sangue. Ela conseguiu força para abrir a janela e pedir socorro para as pessoas que passavam na rua. A mãe de Diego, a dona de casa Silene Rosa da Silva, de 48, mora na casa ao lado e disse ter escutando alguém murmurando, pedindo socorro, e reconheceu a voz da sogra. Silene chorou ao falar que começou a perder Diego para as drogas quando ele tinha 17 anos. “Meu outro filho também se envolveu com drogas e foi assassinado”, lamentou a mãe.

Depois de agredir a avó, Diego foi preso pela Polícia Militar portando 13 pinos de cocaína. Ele foi levado para a delegacia de plantão de Betim e autuado em flagrante por tráfico de drogas e lesão corporal. Ele será transferido para o Ceresp de Betim.

Para a reportagem, Diego, que é casado e tem dois filhos, disse que foi à casa da avó pedir dinheiro para comprar drogas. Ele admitiu ser usuário de cocaína, mas negou as agressões. “Sou usuário. Se chegar um quilo de cocaína aqui, eu cheiro tudo. Mas, bater na minha avó, não fui eu”, disse o neto. A avó conta que o neto estava transtornado por causa da droga e que nem parecia o seu neto.

Suspeito foi preso em flagrante após as agressões
O neto da idosa foi preso mais tarde pela Polícia Militar (PM), portando 13 pinos de cocaína. Ele foi levado para a delegacia de plantão de Betim e autuado em flagrante por tráfico de drogas e lesão corporal. O suspeito será transferido para o Ceresp de Betim.

Para a reportagem, o agressor, que é casado e tem dois filhos, disse que foi à casa da avó pedir dinheiro para comprar drogas, admitiu ser usuário de cocaína, mas negou as agressões. “Sou usuário. Se chegar um quilo de cocaína aqui, eu cheiro tudo. Mas, bater na minha avó, não fui eu”, disse o neto.
A avó conta que o neto estava transtornado por causa da droga e que nem parecia o seu neto. Um irmão dele também se envolveu com drogas e foi morto por traficantes.

Idosa de 84 anos  agredida a socos e facadas do neto em BH
Idosa de 84 anos é agredida a socos e facadas do neto em BH

Via piumhifm

2017 TV Onda Sul - Todos os direitos reservados.